O que é Peeling químico?

O peeling químico é um procedimento em que se aplica uma solução química na pele para suavizar a textura, removendo as camadas exteriores danificadas. Também contribui para o clareamento da pele, tratamento de acne e suas cicatrizes além de estímular o colágeno.

Além do rejuvenescimento facial completo, certos tipos de peelings também podem ser usados ​​para tratamentos pontuais e como forma de atenuar estrias, cicatrizes, rejuvenescer e clarear a pele em outros lugares do corpo.

É um procedimento abrasivo que remove uma fina camada da pele. Esta camada se regenera e recebe um novo aspecto, devido às novas células que foram estimuladas a se reproduzir.

Dentre os diversos tipos de peelings químicos estão o de  ácido salicílico, ácido glicólico, ácido tricloroacético,ácido retinóico, entre outros.

O peeling  é um dos procedimentos cosméticos mais antigos do mundo, e foi realizado no antigo Egito, Grécia e Roma para ajudar as pessoas a obter uma pele mais lisa e mais linda. Hoje, os peelings são populares porque oferecem resultados satisfatórios e poucos efeitos colaterias quando são superficiais.

Níveis de peeling

O peeling pode ser aplicado de forma superficial, muito superficial, de forma média ou profunda na pele, dependendo da camada da pele que o ácido atinge.

Cada nível é utilizado para um tipo especifico de tratamento:

  • Muito superficial: camada superior da epiderme, ajuda a remover manchas superficiais, descamações e aspereza, e deixa a pele mais macia e brilhante.
  • Superficial: atinge a epiderme e remove manchas superficiais, acne ativa, pequenas rugosidades e aspereza.
  • Médio: atinge a epiderme, derme papilar e camadas superficiais da derme reticular e é usado para suavizar rugas, manchas, sulcos faciais e cicatrizes de acne.
  • Profundo: atinge a derme reticular, e é indicado para suavizar o envelhecimento total da pele, e cicatrizes profundas de acne.

 

Como é um procedimento abrasivo deve ser realizado por profissionais especializados, para não provocar ferimentos ao paciente. Além disso o profissional precisa fazer uma avaliação para saber qual o peeling mais indicado para tratar o problema.

A quem é indicado o peeling ?

A maioria dos pacientes podem realizar algum tipo de peeling superficial.São contra indicados para pessoas com doença de pele ativa, alergia a algum componente do peeling e portadores de algumas doenças específicas da pele.

Você ficará satisfeito com os resultados de um peeling se o seu objetivo é aliviar a acne, reduzir as linhas de expressão, melhorar a textura da pele, eliminar manchas da idade ou reduzir os efeitos do dano solar. Os diferentes tipos de peelings tem diferentes pontos fortes e fornecem diferentes níveis de tratamento. Pergunte ao seu dermatologista qual peeling é melhor para seu tipo de pele e necessidades.

O procedimento é bem rápido e bem tolerado. Os cuidados básicos da maioria dos peelings na semana seguinte são uso de filtro solar e água thermal, evitar qualquer tipo de exposição solar  e substâncias que contenham álcool em sua composição. Em geral ocorre uma leve descamação em média dois dias após a aplicação do peeling, que dura aproximadamente três a quatro dias.

Pacientes para peelings profundos

Os peelings profundos envolvem um procedimento mais longo e um tempo de recuperação mais longo que dura até vários meses em alguns casos.

Indicado para pacientes que desejam corrigir manchas causadas pela exposição ao sol ou idade, minimizar rugas grosseiras e fazer um rejuvenescimento global agressivo. O paciente deve ter a pele clara e não ter histórico de quelóides e cicatrizes hipertróficas.

Pacientes de pele mais escura e indivíduos com problemas cardíacos não são pacientes ideais. Os potenciais pacientes à remoção de químicos devem estar cientes de que o tratamento pode levar uma hora ou mais e pode exigir sedação. Qualquer pessoa que decida sobre este procedimento deve estar preparada para um período de recuperação longo e lento e deve usar protetor solar sempre exposto ao sol.

Considerações médicas

Pacientes em uso do medicamento para acne acne Roacutan, tem contra indicação relativa ao procedimento.  Além disso, se você possui formações cicatriciais grandes ou incomuns, como os queloides, seu médico pode recomendar um tratamento diferente para você. Os pacientes que têm uma história familiar de problemas cardíacos não são considerados bons pacientes para o procedimento de descolagem química profunda.

Peeling químico versus microdermoabrasão

Com a gama cada vez maior de técnicas de peelings disponíveis hoje, é compreensível que os consumidores muitas vezes se sintam confusos em relação a qual técnica melhor atenderá às suas necessidades. Pacientes geralmente se perguntam sobre os benefícios respectivos de peelings e microdermoabrasão.

A diferença mais saliente entre peelings e microdermoabrasão é que a microdermoabrasão é um procedimento não-químico.

Enquanto os planos de tratamento para microdermoabrasão e peelings leves, como peelings de ácido glicólico, são semelhantes, os peelings mais profundos atingem camadas inferiores da pele, sendo mais agressivos. Muitas vezes requerem apenas uma sessão.

No entanto, peelings profundas como o de fenol também requerem muito mais tempo de recuperação do que a microdermabrasão e os peelings mais suaves. Também, ao contrário da microdermoabrasão, os peelings profundos alteram a pigmentação real da pele através do branqueamento. Por isso, pacientes com tez naturalmente mais escura podem ser melhores pacientes para microdermoabrasão.

Peeling  versus Resurfacing de Pele a Laser

Resurfacing com laser. De todos os procedimentos utilizados para o tratamento do envelhecimento, o que traz resultado mais drástico no que diz respeito às rugas e manchas da pele é o “resurfacing” com laser, que significa formar uma nova superfície através da utilização do laser.

Os benefícios e as desvantagens do resurfacing da pele do laser contra as peelings são um pouco mais difíceis de verificar, devido à natureza relativamente nova do procedimento de resurfacing a laser. No entanto, muitos médicos afirmam que a melhoria na pele dos pacientes após o resurfacing da pele do laser é essencialmente equivalente à observada com os peelings e microdermoabrasão. Os lasers permitem que os médicos alinhem defeitos e imperfeições específicas com muito mais precisão do que as peelings.

Riscos e Benefícios

As peelings raramente resultam em complicações graves, mas existem certos riscos. Estes riscos incluem cicatrizes, infecção, inchaço, alterações no tom de pele e surtos de feridas. Você pode reduzir os riscos associados aos peelings faciais, seguindo todas as instruções do dermatologista e fornecendo ao seu médico um histórico médico completo.

Um peeling pode proporcionar vários benefícios à pele. O procedimento pode restaurar uma aparência mais jovem para a pele e reduzir rugas, pigmentação irregular, danos causados ​​pelo sol e manchas.

Peeling químico leve

O seu dermatologista usará uma fórmula específica para seu peeling com base nas características da sua pele e no seu resultado desejado. Os peelings leves são usadas para tratar rugas finas,, pigmentação irregular e acne. A solução utilizada para peelings leves é geralmente composta por ácidos alfahidroxílicos (AHAs), como ácidos glicólico, láctico, salicílico ou de frutas. Os peelings leves são ideais para pessoas que desejam os benefícios do peeling, mas não desejam passar o tempo necessário para se recuperar do peeling mais profundo.

Peelings médios

Para peelings médios, muitos dermatologistas usam ácido tricloroacético (TCA). Este produto químico funciona bem para o tratamento de rugas superficiais finas, manchas superficiais e problemas de pigmentação. Semelhante à peeling leve, peelings médios exigem menos tempo de inatividade do que um peeling profundo.

Peelings Profundos

Os peelings profundas são os mais fortes . O produto químico utilizado para peelings profundos é o ácido fenol e associações. Os peelings profundos são usados para tratar rugas faciais grosseiras, manchas causadas pelo envelhecimento ou exposição ao sol e crescimento pré-cancerígeno. Enquanto um peeling profundo produz os resultados mais significativos e duradouros, o procedimento leva mais tempo do que os outros peelings (uma a duas horas) e requer o tempo maior para recuperação. O ácido fenol é tipicamente usado apenas para peelings faciais. Os pacientes em devem conversar com seu dermatologista sobre expectativas e recuperação antes de passar pelo procedimento.

Peeling para Acne

Certas soluções de peelings são úteis para tratar manchas de acne e diminuir cicatrizes de acne existentes. Peelings químicos leves administrados com uma solução de ácidos alfahidróxidos (AHA) podem ser benéficos para o tratamento da acne. Uma solução de AHA de baixa resistência pode ser misturada com uma lavagem facial como parte de uma rotina diária de cuidados da pele. Seu dermatologista pode te orientar sobre os peelings de acne para ajudá-lo a decidir se esse tratamento é ideal para você.

 Efeitos colaterais

Quando realizado por um dermatologista experiente ou cirurgião plástico, peelings faciais são seguras. Com peelings leves e médios, os efeitos colaterais dos peelings são relativamente leves, o inchaço e a vermelhidão geralmente diminuem em um dia ou dois após o tratamento. Os efeitos colaterais dos peelings profundas são tipicamente mais pronunciados e o tempo de recuperação é maior. Efeitos secundários mais sérios, como infecção e cicatrizes, são possíveis, especialmente com peelings médias e profundos. No entanto, os efeitos colaterais graves são raros quando o procedimento é realizado por um dermatologista qualificado.

Perguntas frequentes sobre Peelings

Antes de fazer um peeling pela primeira vez, os pacientes muitas vezes têm muitas questões e preocupações. Estar bem informado sobre todos os aspectos do seu processo de peeling pode ajudar a garantir que você esteja satisfeito com o resultado do seu tratamento.

Como os peelings são realizadas?

Alguns aspectos do procedimento de remoção química diferem de acordo com o tipo de peeling (leve, média ou profunda) a ser administrada. No entanto, todos os procedimentos de peelings seguem os mesmos protocolos básicos:

O peeling é normalmente administrado em um consultório médico por um dermatologista ou cirurgião plástico certificado e treinado.

Se um peeling profundo estiver sendo administrada, ou se o paciente solicitar, o paciente recebe um sedativo e anestésico.

O médico limpa a pele do paciente e, se necessário, aplica um anestésico tópico à área de tratamento.

O médico então aplica a solução de remoção química. Esta solução é formulada de acordo com as necessidades e objetivos específicos de cada paciente. É comum que o paciente sinta uma sensação de formigamento ou picada quando o peeling é aplicado.

Após a solução de peeling ter estado na pele pela quantidade prescrita de tempo, é lavada com água. Uma pomada calmante é então aplicada; um revestimento grosso de vaselina é frequentemente usado após peelings profundos.

O médico então instrui o paciente no pós-tratamento, e o médico também pode prescrever um analgésico leve por desconforto após o procedimento, especialmente se um peeling profundo for administrado.

Dependendo da condição da pele do paciente e da profundidade do peeling, vários tratamentos podem ser necessários para alcançar os resultados desejados.

Os peelings podem ser realizadas em áreas diferentes do rosto?

Embora os peelings profundas (fenol) sejam apenas apropriadas para o rosto, a pele em qualquer parte do corpo pode ser tratada com uma mistura especial dos produtos químicos utilizados nos peelings leves e médios.

A solução química para peelings do corpo é tipicamente composta por uma combinação de ácido tricloroacético (o ingrediente principal em um peeling de profundidade média) , ácido glicólico (o ingrediente principal de um peeling suave), ácido retinóico e ácido salicílico. A solução para peelings corporais é tipicamente formulada para ser ligeiramente mais forte do que a solução química utilizada para peelings faciais, embora seja mais suave do que a solução de fenol usada para os peelings profundos.

Tal como acontece com os peelings faciais, os peelings do corpo abordam os efeitos do dano solar, até mesmo a pigmentação da pele e melhoram a textura da pele. Os peelings também podem ser usadas no corpo para minimizar as estrias.

Será que eu serei sedado durante uma peeling?

Um anestésico local em combinação com sedação leve ou total é tipicamente usado para peelings profundos. Para peeling leve e médio, não é necessário anestesia ou sedação, embora os pacientes possam solicitar um anestésico local ou sedação leve para aliviar o desconforto.

As peelings são dolorosas?

Em geral, os pacientes só sentem uma sensação de picada leve durante os peelings leves ou médias. Após o procedimento, o médico pode prescrever um analgésico suave para aliviar qualquer desconforto.

Será que minha pele literalmente “descasca”?

As peelings removem as camadas externas da pele para reduzir ou eliminar a aparência de uma série de imperfeições e condições da pele. Depois que um paciente fazer um peeling, as camadas de pele tratadas gradualmente se dispersam, revelando uma nova camada de pele fresca.

Quanto tempo é o período de recuperação após um peeling?

O tempo de recuperação após um peeling depende do tipo de peeling administrado, porque cada tipo de peeling afeta a pele em um grau diferente.

Peelings químicos leves: peelings suaves requerem praticamente nenhum tempo de recuperação. Embora a pele possa estar suavemente irritada após o peeling, os pacientes podem retornar às atividades diárias imediatamente após o tratamento.

Peelings médias: a nova camada de pele aparece três a sete dias após o tratamento. Cerca de duas semanas após o tratamento, a pele será completamente curada.

Peelings químicos profundos: a nova camada de pele começa a aparecer sete a dez dias após o tratamento, embora a cura completa possa levar dois meses ou mais. Os pacientes geralmente demoram uma semana de trabalho após sofrer um peeling profundo.

Para saber qual o peeling mais indicado para você, consulte um dermatologista.